domingo, 28 de junho de 2015

perdida

lhes escrevo isso enquanto trago meu 11º cigarro do dia.
fui embora, sumi - eu sei. aliás nem sei mais se alguém lerá isso, minha súplica por ajuda.
minha mãe descobriu ano passado sobre a ana, e desde então tenho tentado me tratar: tomo antidepressivos e soníferos, frequento psicólogos e psiquiatras, e a verdade é que tudo só desandou, nada cessou.
engordei, chuto estar com 55kg agora. nesse tempo afastada também virei modelo, e faço nu artistico na esperança de me amar mais, porém, nada muda.
á quem lê isso, eu imploro que me ajudem. não sou mais ana, agora sou mia (não das que miam, mas daquelas que se entopem de remédio depois de comer) pois não consigo me controlar perto da comida.
se você leu isso e pode me ajudar, seja com uma dieta que me faça voltar a me controlar, ou com palavras, eu aceito, só peço para que você não ignore isso.

com amor,
mari.